Viagens | Como evitar burlas

Se viajar está cada vez mais barato é graças às companhias aéreas de baixo custo e à facilidade que temos em pesquisar/ analisar os voos e estadias mais favoráveis tendo em conta o binómio preço/qualidade. Infelizmente, as burlas feitas aos turistas também são mais frequentes, pelo que devemos ter mais cuidados a ter em conta na hora de ir de viagem.


É preciso certificarmo-nos de que a casa/ apartamento que vamos alugar realmente existe. Devemos sempre verificar se a morada que nos é dada existe no mapa, - eu pessoalmente vejo sempre, mesmo que seja para situar o local onde vou estar hospedada e dos locais que quero visitar - e ler sempre os comentários positivos e negativos de hospedes anteriores.

Converter dinheiro apenas em bancos e casas de câmbio autorizadas. É recomendável que recorram sempre a casas de câmbio ou bancos sempre que necessitem de converter dinheiro e que se informem sobre qual é a taxa de câmbio aplicável. Há muitas agências de câmbio em mercados ou nas ruas, não autorizadas claro, que utilizam dinheiro falsificado ou que aplicam uma taxa aos turistas muito superior ao que deveria ser praticado.

Venda de objetos falsificados. Roupa, peles, malas de senhora, jóias... tudo pode ser falsificado e vendido ao preço de uma peça original. Caso não consigam detetar a falsificação, nem se façam acompanhar por alguém que vos aconselhe, sempre podem tentar negociar o preço inicialmente oferecido pelo vendedor.

Tenham atenção quando vos pedem informações na rua. É um hábito muito comum uma pessoa se fazer passar por turista e se aproximar de nós para nos pedir alguma informação. Enquanto lhe prestamos atenção, uma segunda pessoa encarrega-se de nos tirar tudo o que conseguir da mala ou dos bolsos. Às vezes é uma questão de segundos.

Evitem os vendedores nos transportes públicos. Durante qualquer trajeto num transporte público é normal cruzarmo-nos com estas personagens que tentam vender-nos tudo e mais alguma coisa. O que nunca devemos fazer é dar qualquer tipo de informação sobre o hotel onde vamos ficar, pois é possível que tentem convencer-nos de que o hotel está fechado ou não existe e tentam vender-nos outro - outro para o qual trabalham e até recebam comissão por cada cliente. A ideia é seguir caminho e ir para o hotel reservado inicialmente.

Ladrões no metro. Os carteiristas podem ser encontrados com muita frequência nas principais cidades europeias. São "profissionais" que se dedicam ao furto de malas e carteiras, por isso nunca devemos perder de vista os objetos pessoais, especialmente em locais muito movimentados.

Não deixem que vos cobrem mais por serem turistas. É prática muito comum na Ásia, África e América do Sul, os condutores cobrarem um preço mais elevado aos turistas pelo bilhete.

Conselhos dados pelo eDreams


Uma das coisas que mais adoro fazer: andar de avião. Só tenho pena que não o faça tão frequentemente como gostaria...

Espanha | Madrid

Madrid foi a minha primeira viagem turística apenas com amigos. Caminhei por las calles de Madrid no início do Verão de 2009 e guardo todos os dias que lá passei com um carinho especial, pois não sendo a minha primeira viagem, foi aquela que me despertou para o Mundo, para o turismo, para a aventura, para conhecer aquilo que nunca vi.

Os mercados, os museus, o Retiro, a própria arquitetura e a cultura espanhola... Madrid é uma cidade linda e que talvez por ter sido aquela que me despertou, continua a ser tão fascinante para mim como foi à 8 anos atrás. Gostava de visitar novamente, desta vez com outros olhos, outra maturidade, outra companhia.

Foto da minha autoria - Retiro, 2009

Parabéns a mim, parabéns a nós!

Evito falar dele muitas vezes aqui no blogue, na verdade são raras as vezes que o fiz, porque acho que há coisas que devem ficar só para nós e outras que podem ser partilhadas apenas com as pessoas  que nos são próximas. No entanto, para mim este blogue também é uma espécie de caderno de memórias, onde já partilhei o meu quotidiano, a vida académica, opiniões, viagens que fiz e livros que li, então, porque não deixar aqui um post de gratidão à pessoa que esteve sempre comigo nos últimos dois anos?

O dia 14 de agosto é uma data especial para mim. Primeiro porque completo 23 primaveras, mas também porque foi há exatamente 2 anos que ele passou a fazer parte da minha vida para além da amizade e, por todo este tempo só lhe posso agradecer. Por tudo o que aprendi com ele, por todas as gargalhadas, os abraços fortes, as brincadeiras, por todos os carinhos que recebo diariamente, pelo brilho nos olhos dele quando me chama princesa, pelas discussões, pelo apoio, pelas viagens, por tudo o que vivi ao seu lado durante estes anos.

Agradeço-lhe por ser o mais teimoso, rabugento e mau humorado, mas também por ser aquele me incentiva, que me acalma quando me apetece largar tudo e que nunca duvida de mim.