Cinema | Human

Um documentário do fotógrafo, realizador e ecologista francês Yann Arthus-Bertrand que só me arrependo de não ter visto, e conhecido a sua existência, há mais tempo. Human relata 2000 histórias de pessoas, oriundas de 60 países diferentes, que falam sobre amor, morte, guerra, desigualdade, família e felicidade, explorando os diferentes lados da humanidade, as diferentes realidades que existem para cada um de nós.

É interessante ver a diversidade de opiniões que as pessoas têm quando são questionadas sobre os mesmos temas, tendo como base das suas respostas as suas vivências, educação, o próprio meio cultural onde nasceram e cresceram. Tem uma beleza muito particular o facto de duas pessoas, com percursos de vida completamente diferentes, têm uma opinião sobre um determinado conceito completamente diferente. Como a menina europeia que encontra a felicidade a viajar, a conhecer o que nunca viu, e o homem indiano só queria um pouco de terra, água e um teto para dormir. Ou até mesmo pessoas com obstáculos semelhantes numa parte da sua vida reagem de forma tão diferente para os ultrapassarem.

Human torna-nos, efetivamente, mais humanos. Faz-nos perceber que nem todos têm a mesma opinião que nós, que nem todos têm vidas parecidas com a nossa. Têm objetivos distintos, problemas diários que nem nada se assemelham aos nossos. É uma espécie de abre olhos para a nossa definição do mundo.

É realmente um trabalho muito, muito bom, que pode ser visto, na íntegra, no Youtube. Deixo-vos os vídeos abaixo e espero que gostem tanto quanto eu gostei.

Se ativarem as legendas dos vídeos, têm acesso aos nomes dos entrevistados e países.



Sem comentários:

Enviar um comentário